10 espécies de suculentas da família Cactaceae

0

Existem diversas suculentas da família Cactaceae. Essa família é considerada uma das maiores em número de espécies de angiospérmicas dicotiledôneas, pois dispõe de 1500 exemplares e mais de 90 gêneros encontrados.

A maioria das suculentas da família Cactaceae são conhecidas pela facilidade de cultivo. Todas as plantas são resistentes, não precisam de muita rega e nem muita iluminação. Por isso, as suculentas cactaceae são cultivadas em diversos lares.

A seguir, conheça as 10 principais espécies de suculentas que pertencem à família Cactaceae.

O que são a família Cactaceae?

A família Cactaceae é basicamente uma família de suculentas conhecidas como cactos. Porém, também abrange árvores, ervas e alguns arbustos.

Atualmente, acredita-se que essa família seja a maior das angiospérmicas dicotiledôneas, com mais de 90 gêneros e mais de 1500 espécies nesta categoria.

No Brasil, ao menos 484 espécies são encontradas, na qual 89 delas somente na região sul, 53 na Mata Atlântica e 50 conhecidas dentro do bioma Pampa.

Quais as características de suculentas da família Cactaceae?

Grande parte das suculentas da família Cactaceae são conhecidas por conta de seus incríveis caules, que são capazes de acumular água. Todas elas conseguem se adaptar a diversas situações e ambientes, e algumas espécies da família Cactaceae vivem em torno de 300 anos.

As folhas dessas plantas exibem muitos espinhos, que são bastante finos. Com eles, as suculentas dentro da família Cactaceae conseguem espantar os herbívoros que vivem em seu habitat. Esses espinhos podem ser encontrados em formato rígido ou flexível.

O interessante das suculentas Cactaceae, é que seu metabolismo absorve CO₂ durante a noite, para que seja conservada sua água, e ao longo do dia, o utilizam para realizar o processo de fotossíntese.

Qual a origem das plantas Cactaceae?

As espécies de Cactaceae são originárias do continente americano. Todas essas plantas são consideradas resistentes à falta de água e luz solar direta, por isso, também são muito encontradas em regiões desérticas da América do Norte.

10 espécies de suculentas que pertencem à família das plantas Cactaceae

Existem milhares de espécies de suculentas que pertencem à família das Cactaceae. A seguir, conheça as 10 principais dessa categoria:

Cacto San Pedro

O Cacto San Pedro, também conhecido como Washuma, é uma planta que veio dos Andes. Geralmente, essa espécie é utilizada para fins ritualísticos dos povos indígenas das regiões do Peru, Bolívia, Venezuela e Colômbia.

Cacto San Pedro Fonte/Reprodução: original

Coroa-de-frade – Melocactus zehntneri

A famosa planta Coroa-de-frade é uma suculenta que pertence à família Cactaceae. Ela possui um tronco do formato cilíndrico e muitos espinhos pontiagudos espalhados.

Para cultivar a Coroa-de-frade é preciso deixá-la sobre o sol ou meia sombra, com substrato composto de terra de jardim e areia.

Dedo-de-dama – Mammillaria Elongata

Nativa do México, a Dedo-de-dama caracteriza-se por seus longos ramos que lembram o formato de dedos. Eles são cobertos de espinhos e nascem em grupos densos, que podem chegar até 30 cm de largura e 15 cm de altura.

O cultivo dessas suculentas da família Cactaceae deve ser feito sob o sol intenso ou meia sombra, com um solo bastante arenoso e drenável.

Aloe barbadensis

Muito conhecida como Aloe Vera, essa planta pode ser utilizada para fins ornamentais ou medicinais. Sua utilização é bastante famosa no mundo dos cosméticos.

A Aloe Vera é facilmente cultivada, basta utilizar um vaso com escoamento de água e a mistura de terra de jardim com areia.

Flor-de-maio – Schlumbergera truncata

A flor-de-maio é uma das plantas da família Cactaceae mais cultivadas no Brasil. Ela é capaz de florescer durante o outono, o que rende belas flores vermelhas. O caule da flor-de-maio possui várias partes, como se fosse uma corrente.

Schlumbergera truncata Fonte/Reprodução: original

Para cultivar a flor-de-maio, basta incluir terra vegetal em seus vasos e não regá-la com frequência. Esse tipo de planta aceita bem outras plantas ao seu redor.

Sedum

A sedum é conhecida por suas cores e formatos, por conta disso, são favoritas para decoração de ambientes. Para cultivar uma sedum é preciso deixar seu sono bem drenado, com a incrementação de areia e cascalhos.

Echinocactus grusonii

Também chamado como cadeira-de-sogra, essa planta é originária de regiões quentes do México. Essa cactácea não possui folhas, apenas um tronco e espinhos espalhados por todo o corpo. Esse tipo de planta é perfeita para ser cultivada em jardins de pedras ou em vasos largos.

Opuntia Microdasys

Outra suculenta Cactaceae é a Opuntia Microdasys, conhecida também como orelha de coelho. Essa planta possui seu corpo em formato de palma, onde carrega diversos espinhos finos e brancos.

Opuntia Microdasys Fonte/Reprodução: original

Por ser pequena e bonita, ela é muito cultivada em pequenos vasos, e para tratá-la, basta adicionar substrato leve, junto com areia específica. O ambiente ideal para Opuntia é em sol pleno.

Graptopetalum

A Graptopetalum é uma suculenta que muda de cor conforme seu ambiente ou necessidade, por isso, ela é considerada muito presente em jardins miniatura de suculentas.

Nativa do México, essa planta deve ser mantida em áreas externas com sol ou em lugares bem iluminados da casa.

Urumbeta

A Urumbeta é uma planta que prefere um clima mais seco. Ela é formada por um caule no formato de cilindro e ramos de aparência achatada, e suporta grandes períodos sem água.

As suculentas da família Cactaceae são ótimas para cultivo em jardins ou áreas internas, porque demandam poucos cuidados e são facilmente adaptáveis.

Para aumentar a expectativa de vida delas, basta estar atento à quantidade de água e a sua proteção em períodos de frio.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy